Busca Inteligente
Clique para ativar o zoom
abrindo...
Nós não encontramos resultados desta vez...
aumentar mapa
Ver Tipo de Mapa Ruas e Facilidades Satélite Satélite e Facilidades Terrenos Minha Localização Tela Cheia Anterior Próximo
Veja o que encontramos para você

Taxa Selic chega a casa dos dois dígitos: Como isso afeta o mercado imobiliário?

Enviado por Fernanda Martinez em fevereiro 15, 2022
0

Taxa Selic chega a casa dos dois dígitos: Como isso afeta o mercado imobiliário?

Fernanda Martinez

Fevereiro começou com a notícia de que mais uma vez a taxa Selic estava sofrendo um aumento, sendo a oitava alta consecutiva, com o maior patamar desde 2017, chegando a casa dos dois dígitos. 

Com sua origem não de demanda, mas sim de oferta, a crescente da inflação gerada pela falta de insumos, foi vista também como mais uma situação agravada pelos dois anos de pandemia. Tendo em conta esse aumento, sabemos que essa situação afeta todos os âmbitos da vida. Desde nossa ida ao mercado, nosso salário e também nossos planos futuros.  

Ao relacionarmos o assunto ao mercado imobiliário, Carlos Eduardo Oliveira Jr, conselheiro do Corecon de São Paulo, explica que a principal consequência é a elevação do financiamento, visto que mais de 80% dos imóveis são pagos com tal operação. “A partir do momento que o financiamento se eleva fica mais difícil obter crédito para eventualmente comprar e adquirir um imóvel”, relata. 

Neste mês a Caixa também elevou os juros de financiamento imobiliário. Para a linha indexada à taxa referencial (TR), os juros do banco passaram a ser de 8% ao ano até 8,99%. As demais instituições aumentaram as taxas em até 1 ponto percentual.

Porém, essa não será a única alta do ano. O Banco Central divulgou que a inflação deve ficar acima da meta em 2022 e, o mercado financeiro prevê que a Selic vá finalizar o ano em 12,25%, diferente do previsto antes, 11,75%.

Diante de um ano com previsões como essas e a taxa selic encarecendo o financiamento, como agir nessa situação? De acordo com Oliveira, o mercado imobiliário em si sempre se sobressai e sempre procura uma alternativa – elevando um pouco os preços e, os encarregados dos financiamentos ampliando os prazos – fazendo com que as parcelas não se elevem tanto. 

Nessa realidade a dúvida sobre comprar um imóvel surge. Para o conselheiro isso também gera uma dinâmica interessante. Em um momento de crise econômica, quem precisa de dinheiro acaba vendendo o imóvel com um preço abaixo do mercado. “Eventualmente, se você tem recursos, você pode estar aproveitando esse momento para adquirir imóveis abaixo do mercado”, explica.

Deixe uma Avaliação

Fique tranquilo. Seu endereço de email não será publicado.

Comparar Imóveis